0 Flares Facebook 0 Twitter 0 0 Flares ×

É possível que alguma vez você tenha visto uma foto dessas dunas e árvores mortas em algum lugar, seja em uma reportagem da National Geographic, um papel de parede de computador, nas redes sociais ou blogs de viagem:

Quando eu comecei a pesquisar sobre a Namíbia e me dei conta de que esse é o país que abriga esse lugar lindo e curioso chamado DeadVlei, localizado na região de Sossusvlei, eu criei uma obsessão por ir para lá.

Eu só tinha 4 dias livres no meu itinerário da África para encaixar o deserto da Namíbia nessa viagem, e com a ajuda do Chameleon Safaris deu tudo certo já que eles possuem várias opções de tour, incluindo um de 3 dias que vai para Sossusvlei (3 Day Express Tour to Sossusvlei), que foi o que eu acabei fazendo e contarei um pouco nesse post.

Para ajudá-lo a se localizar e ver por onde o tour passou eu fiz esse mapa 😉

 

DIA 1 – De Swakopmund para Sesriem (Desert Camp)      

O tour sai do Hotel A La Mer em Swakopmund, uma cidade com arquitetura colonial alemã que fica na costa da Namíbia. O aeroporto mais próximo está a 40 minutes de carro que é o de Walvis Bay (WVB), você precisará chegar lá um dia antes do tour começar. Vale mencionar que isso é ótimo, porque assim você tem a chance de conhecer a lagoa de Walvis Bay e encontrar vários flamingos pela manhã =)

Eu encontrei o grupo no por volta de 10:30 da manhã e nós saímos de lá às 11hrs por ser inverno, durante o verão eles saem às 12hrs.

Você passará praticamente o dia inteiro no ônibus, parando apenas por alguns minutos onde há uma placa do Trópico de Capricórnio, em Soltaire (uma pequena cidade no meio do deserto que possui posto de gasolina, padaria, mercadinho…), além de outros lugares no caminho em que você poderá ver espécies de Aloe.

Placa do Trópico de Capricórnio

Soltaire  

Quiver Tree (espécie de aloe)

Chegamos no Desert Camp Lodge durante o pôr-do-sol, o lodge era uma graça e estava prestes a ser nossa “casa” pelas próximas duas noites.

 

DIA 2 – Sossusvlei

Esse é o dia mais esperado do tour, principalmente porque é a hora de ver aquelas dunas e árvores mortas, ah e claro, o momento de realizar mais um sonho.

O ônibus sai do acampamento super cedo para estar na entrada do parque na hora do nascer do sol. No caminho você poderá apreciar cenários como estes.

Para ir à Sossusvlei, o grupo precisa deixar o ônibus estacionado em um certo ponto, pegar uma 4×4 e então andar 1km para ir ao DeadVlei.

E aí tudo fica ainda melhor! O contraste das cores entre o céu, a areia e as árvores formam essa paisagem que nem parece de verdade.

Como o DeadVlei se formou

Após uma chuva intensa, um rio nas proximidades chamado Tsauchab inundou, formando piscinas rasas de água. Isso permitiu que algumas árvores chamadas “Camel Thorn”(espécie de acácia) crescessem.

200 anos depois o clima mudou, ficou muito seco e as dunas cercaram a região, bloqueando o acesso do rio.

Sem água essas árvores morreram e ao invés de se decompor elas secaram. Estima-se que elas tenham 900 anos.

A razão pela qual elas estão de pé até hoje é porque essa espécie de árvore tem raízes muito profundas, que chegam até 60 metros para poder buscar fontes de água.

Além do DeadVlei, você também verá muitas dunas lindas, inclusive a Duna 45 que você pode subir ou simplesmente andar ao redor. Se estiver ventando muito tenha cuidado com seus pertences pois o vento poderá tirá-lo de você assim como aconteceu comigo haha.

Namibia

Boné Voador

O tour retorna para o alojamento e mais tarde de todos pegam o ônibus novamente para conhecer o Sesriem Canyon que fica a apenas 15 minutos de lá.

 

DIA 3 – Windhoek 

Pela manhã o ônibus volta para Soltaire. De lá você irá para o N/a’an ku sê Wildlife Sanctuary, que é um santuário de guepardos (também conhecidos como chitas), e então para  Windhoek que é a capital da Namíbia e é onde o passeio se encerra.

Note que o aeroporto de Windhoek Airport (WDH) fica uns 40 minutos do escritório da Chameleon Safaris, que é onde você será deixado. Caso você precise pegar um vôo no mesmo dia é melhor que o ele saia após 18hrs.

VIAJE COMIGO

Vídeo

 

Galeria Completa

Clique aqui para ver mais fotos =-)

CLIQUE AQUI!

QUANDO IR

A melhor época para visitar a Namíbia é durante o inverno. Como a temperatura média nessa época é 23 graus durante o dia, você não ficará tão cansado ao caminhar.

Durante o verão a temperatura máxima pode chegar a 40 graus e no inverno a mínima pode chegar a 0 pela noite.

DESERT CAMP

A acomodação é uma barraca permanente com banheiro conforme fotos abaixo.

Eu compartilhei o quarto com uma francesa que estava no mesmo tour que eu. O quarto era bem limpo e organizado.

O banheiro e chuveiro eram ótimos, o lodge oferece toalhas para os hóspedes, o que ajuda bastante.

Eles possuem piscina, bar, uma cozinha e essa paisagem lindíssima. Eles também têm wi-fi perto do bar porém não é muito bom.

O que eu mais gostei sobre esta acomodação é que eu pude ver um nascer do sol mais lindo que o outro, além de pôr do sol, nascer da lua, várias estrelas e estrelas cadente! 

COMES & BEBES

As refeições estão inclusas no passeio, elas são simples porém MUITO saborosas. Os guias cozinham super bem.

Eles pedem para que você lave sua louça e se possível que os ajude na cozinha.

Você precisa trazer suas próprias bebidas para o tour, inclusive água. O lado bom é que você pode economizar comprando suas bebidas no supermercado ao invés do bar e posto de gasolina no caminho.

ÔNIBUS

O ônibus atende bem a necessidade, porém não é superconfortável.

Ele não possui ar-condicionado então eles costumam deixar as janelas abertas.

Se você for uma pessoa muito alta tente sentar nos bancos da frente, assim suas pernas não vão doer tanto depois dessas viagens longas.

Lembre-se que essa é uma viagem de baixo-custo, então você recebe pelo que está pagando.

DICAS

Recomendo levar:

  • Uma ou duas bandanas: Elas podem ser muito úteis no deserto para proteger sua boca, pescoço, controlar seu cabelo, etc.
  • Protetor auricular: Se estiver ventando à noite, o vento faz com que a lona da barraca fique balançando gerando um barulho desagradável.
  • Roupas tanto para calor quanto para frio: Pelo menos quando eu estive lá (Maio), estava frio pela manhã e anoitecer, e bem quente durante o dia.
  • Chapéu ou boné: Para proteger do sol.
  • Óculos de sol
  • Protetor solar
  • Traje de banho
  • Meias: Enquanto estiver andando nas dunas vai entrar areia no tênis, se estiver sem meia pode ser que fique com bolhas.
  • Tênis ou sandália apropriado para trilha
  • Água: Eles recomendam levar 5 litros de água para os 3 dias. Eu tenho uma mochila de hidratação, ela ajuda muito a equilibrar o peso da água durante a trilha e eu acabo bebendo mais água do que quando levo garrafa.
  • Bebidas: Compre suas bebidas no supermercado perto do hotel em Swakopmund já que é mais barato do que no posto de gasolina perto de Sesriem.
  • Adaptador de tomada
  • Carregador de tomada com múltiplas saídas de USB, a não ser que você tenha vários adaptadores.
  • Pincel para limpar câmera: Para remover os grãos de areia que podem entrar na sua câmera.
  • Tripé: Caso você queira tirar fotos noturnas. Eu me arrependi de não ter levado.

Dica adicional:

  • Pense duas vezes antes de usar sua câmera profissional ou semiprofissional no deserto caso esteja ventando. O zoom da minha parou de funcionar por causa dos grãos de areia, depois que eu limpei com um pincel ela voltou a funcionar, mas eu gostaria que alguém tivesse me dado essa dica antes. Além disso, compre um filtro para proteger sua lente, porque a areia pode riscá-la.

PREÇO

Você pode consultar o preço no link abaixo.

https://www.chameleonsafaris.com/namibia_safari_03_day_sossusvlei_express.asp 

CHAMELEON SAFARIS

Para saber mais sobre outras opções de tour e destinos confira o site abaixo.

www.chameleonsafaris.com

Tel: +264 61 247 668

Emails:

chamnam@mweb.com.na 

info@chameleon.com.na

 

 

Elaine Villatoro