Descubra o que fazer, onde ficar, onde comer e como fazer um turismo responsável no Bacalar, México.

A cidade de Bacalar no México foi a minha favorita durante os 25 dias que viajei pela Península de Yucatán. As “Maldivas do México” ou “Lagoa de Sete Cores”, como os locais apelidaram, trata-se de uma lagoa paradisíaca de águas cristalinas e com diferentes tonalidades de azul. Nesse post você descobrirá como chegar no Bacalar, o que fazer por lá, onde comer, onde se hospedar e o mais importante na minha opinião: Como praticar um turismo responsável nessa região que possui um ecossistema frágil.

Lagoa de Sete Cores no Bacalar México
Lagoa de Bacalar no México

Informações úteis sobre o Bacalar

Por que visitar Bacalar?

Se você gosta de uma viagem tranquila, de se conectar com a natureza, e ama um clima de vilarejo, Bacalar é um lugar perfeito para você. É possível caminhar ou pedalar pela cidade, há diversas atividades para fazer na lagoa, há cenotes e ruínas maias para visitar, além de restaurantes excelentes assim como você verá abaixo.

Onde fica Bacalar?

Bacalar é uma cidade localizada no sudeste do México, no Estado de Quintana Roo e faz parte da Península de Yucatán.

Veja o Bacalar no mapa:
Bacalar no mapa

Como chegar no Bacalar, México?

Avião: O aeroporto mais próximo de Bacalar é o Aeroporto Internacional de Chetumal (CTM), que fica a 39km.
Carro: Você pode dirigir seu próprio veículo ou alugar um carro.
Ônibus: A empresa de ônibus ADO opera para o Bacalar com saída de diversas cidades da Riviera Maia. É comum encontrar taxis ao chegar na estação de ônibus, isso facilitará sua chegada na hospedagem.
Transporte coletivo: Existem vans de transporte coletivo que saem de diversas cidades da Riviera Maia e são a maneira mais barata de viajar no México, porém não dá para levar muita bagagem dentro delas. Além disso, elas não são confortáveis e talvez não sejam uma opção muito segura. Eu particularmente prefiro mil vezes o ônibus por conforto e segurança.

Como chegar no Bacalar saindo de Cancún, Playa del Carmen, Tulum e Chetumal?

De Cancun para Bacalar: 345km – 4:30hrs
De Playa del Carmen para Bacalar: 280km – 3:30hrs
De Tulum para Bacalar: 215km – 2:30hrs
De Chetumal para Bacalar: 39km – 40min
Obs: Tempo estimado considerando viagem de carro.
Encontre os melhores preços de aluguel de carro!

Qual a melhor época para visitar o Bacalar?

A temperatura no Bacalar quase não muda, a média do ano é de 32 graus Celsius, portanto qualquer época do ano é boa.
De qualquer maneira, é bom ter em mente que a temporada de chuvas vai de Junho a Outubro, sendo Setembro o mês com o maior índice.

Curiosidades sobre o Bacalar

A Lagoa de Bacalar

A Laguna de Bacalar é também conhecida como a Lagoa de Sete Cores devido as diferentes tonalidades de azul de suas águas cristalinas.

É difícil de acreditar que não é mar, e uma delícia curtir um banho na lagoa e depois sair sem sal no corpo.

Bacalar é um Pueblo Mágico

Pueblos Mágicos é um programa da Secretaria de Turismo do México que promove 111 cidades que oferecem aos turistas experiências mágicas devido a sua cultura, natureza, gastronomia, tradição, história, folclore, artesanato ou hospitalidade, e o Bacalar é considerado um deles.

Canal de Los Piratas

O Canal dos Piratas conecta a Lagoa de Bacalar com a Lagoa Mariscal.

Durante o século 17 os espanhóis enviavam piratas para o Bacalar para buscar palo de tinte, uma pigmentação natural usada para tingir tecidos.

Como os piratas atravessavam esse canal para chegar no Bacalar, ele levou o nome de Canal de Los Piratas.

Estromatólitos

Bacalar é um dos poucos lugares do mundo onde é possível encontrar estromatólitos, que são os fósseis mais antigos do nosso planeta.

Explicando grosso modo, estromatólitos são formações rochosas com uma “plantinha minúscula” na superfície, essa “plantinha” faz fotossíntese e é extremamente importante para nosso ecossistema.

Estromatólitos no Bacalar
Estromatólitos no Bacalar
Foto: thebesttravelplaces.com

IMPORTANTE: NÃO PISE NOS ESTROMATÓLITOS!

Por falta de conhecimento, muitos turistas pisam nos estromatólitos e destroem essas vidas que podem ter até aproximadamente 3,5 bilhões de ano.

O que fazer no Bacalar

View this post on Instagram

A post shared by Elaine Villatoro (@livemoretravelmore) on

  1. Forte San Felipe
  2. Passeio de caiaque na lagoa
  3. Stand Up Paddle (SUP) na lagoa durante o nascer do sol
  4. Canal de Los Piratas
  5. Passeio de veleiro para a Isla de Los Pájaros
  6. Cenote Azul
  7. Cenote Ojo de Bruja / Cenote Negro
  8. Los Rápidos
  9. Ruínas de Kohunlich
  10. Passar o dia em Mahahual

O que levar em uma viagem para o Bacalar

Foto drone Bacalar
Foto de drone – Bacalar
Foto: @tavoyaqui
  • Repelente biodegradável
  • Protetor solar biodegradável
  • Chapéu / Boné
  • Óculos de sol
  • Roupa de banho
  • Chinelos
  • Garrafa reutilizável
  • Drone

Uma pena eu não ter um drone comigo nessa viagem, as imagens aéreas de lá são incríveis!

Confira os bikinis lindos da ViX Paula Hermanny!

Dica LMTM:

Fique bem atento aonde pisa ao caminhar à noite pois há vários galhos e pedras no chão e é meio escuro. Eu tropecei mais de uma vez e me machuquei pois estava de chinelo, então vale se atentar ou usar um tênis para proteger os pés.

Ah, e não se esqueça de garantir seu seguro viagem com desconto =)

Onde se hospedar no Bacalar

Hotel Eco-Boutique Makaabá

Hotel no Bacalar, México
Makaabá Hotel Eco-Boutique

Inspirado na Lagoa de Sete Cores, nos cenotes e no Forte de San Felipe no Bacalar, o hotel eco-boutique Makaabá possui diversas boas práticas de sustentabilidade, como: sistemas de tratamento natural de água, de reuso de água de chuva e de filtragem natural da piscina.

O hotel que é exclusivo para adultos também possui um restaurante que oferece apenas comida orgânica e possui uma horta para consumo próprio.

Se você está em busca de uma hospedagem que promova um turismo consciente o Makaabá é uma ótima pedida para você.

Ganhe 10% de desconto em sua hospedagem no Makaabá!

Buenavista Hotel & Lagoon Club

Hotel em Buenavista Bacalar
Buenavista Hotel & Lagoon Club

Se você pretende visitar o Bacalar para se conectar com a natureza e descansar no meio da selva com seu amado ou com toda a família, vale se ficar no Buenavista Hotel & Lagoon Clube.

Buenavista é uma cidade localizada há 30km da cidade de Bacalar, cerca de 20 minutos de carro. Ela está no noroeste da lagoa do Bacalar, lugar quase que intocado.

Por ser uma cidade mais distante, recomendo ficar por lá apenas se estiver dirigindo.

Se hospede em Buenavista, Bacalar com 10% OFF!

Onde comer no Bacalar

Onde comer no Bacalar
Bolo de cenoura – Restaurante Selva

Selva e Enamora foram meus favoritos para café da manhã, eles possuem música ao vivo em alguns dias na semana, porém as datas são variáveis.

La Playita é um lugar bem popular pelos tacos de peixe. Eu não cheguei a conhecer mas aparentemente este é um bom lugar para curtir o pôr do sol.

Barril Grill tem um hamburger recheado com queijo roquefort que é sensacional!

Bote de Leche oferece o melhor fillet da cidade.

Pizzeria Bertilla além de pizzas deliciosas, possui vinhos italianos de excelente qualidade! Aproveite e peça sugestões para o dono, que é italiano =)

Para os veganos tem o Mango y Chile como opção.

O que fazer no Bacalar à noite

A vida noturna não é o forte do Bacalar, mas existem alguns lugares que os locais e turistas curtem, como:

Ojitos La Catrina: Segundo os locais, o melhor dia para frequentar este lugar é de segunda-feira às 22hrs.

El Meson del Pirata: Aparentemente vale a pena ir lá aos domingos por volta de 21hrs.

Turismo Responsável no Bacalar

Precisamos ser viajantes responsáveis se quisermos que este paraíso continue a existir por muitos e muitos anos.

A Lagoa Bacalar possui um ecossistema extremamente frágil e precisamos protegê-la antes que vire uma Cancún ou Playa del Carmen da vida, onde empresários ambiciosos destruiram manguezais para construir hotéis de luxo.

Aliás, você sabia que os manguezais protegem as comunidades de ciclones e inundações? E que eles são capazes de armazenar mais carbono do que as florestas tropicais? Por isso e muito mais eles são essenciais para nossas vidas.

Entendo que se hospedar num bangalô na beira da Lagoa do Bacalar seja tentador, mas não devemos demandar nem incentivar esse tipo de hospedagem já que ela causa danos para o meio ambiente.

Cenote Azul Bacalar
Cenote Azul, Bacalar

Dicas para praticar um turismo responsável no Bacalar

  1. Pesquise se a sua hospedagem faz tratamento de esgoto, ou se ela despeja seus resíduos na lagoa. Veja também quais são as iniciativas de sustentabilidade que a hospedagem possui.
  2. Ao fazer passeios na lagoa, o standup paddle e o caiaque são ótimas opções já que não utilizam motor e combustível.
  3. Se ainda assim resolver fazer algum passeio de barco, escolha veleiros que só utilizam o motor caso não há vento. E busque sempre por barcos mais novos, quanto mais velho mais combustível ele costuma despejar na água.
  4. Não pise nos estromatólitos.
  5. Tome uma ducha antes de entrar na lagoa ou cenotes pra remover os resíduos químicos do corpo.
  6. Fora da água, opte por protetores e repelentes biodegradáveis.
  7. Evite produzir lixo na viagem, mas se produzir não esqueça de jogá-lo no lugar certo, isso inclui bitucas de cigarro, latas de cerveja, garrafas PET.

Espero que tenha curtido nossas dicas =)

Sendo super honesta, eu realmente fiquei em dúvida se deveria ou não promover o Bacalar. Por fim, decidi falar sobre esse lugar mágico ressaltando a importância de preservá-lo.

Afinal, com tantas pessoas (influenciadores digitais ou não) compartilhando tantas coisas pela Internet, ao menos meus posts poderão auxiliar a trazer essa consciência para as pessoas, assim elas poderão visitar e aproveitar o Bacalar causando o menor impacto possível.

Grande parte dessas informações não foram encontradas online, eu poderia ter escolhido me hospedar em um bangalô na beira da lagoa, ou em um lugar que despeja seus resíduos na lagoa, poderia ter contaminado-a com meu protetor solar ou pisado num estromatólito pensando que seria apenas uma pedra.

Por fim, saí dessa cidade super feliz por ter um trabalho que me conecta com diversas pessoas do setor, e por ter uma personalidade curiosa e comunicativa que me dá a oportunidade de aprender tanto.

Neste momento, fico muito feliz em poder compartilhar essas informações com você.

Faça uma ótima viagem!

Um abraço,

Elaine Villatoro


Leia também:

Hotéis com práticas sustentáveis na península de Yucatán

O que fazer na Península de Yucatán